Casa da Criança S. Julião comemorou 25.º aniversário

Ontem, dia 4, a Casa da Criança S. Julião (Fundação Bissaya Barreto) celebrou o seu 25.º aniversário. Conforme adiantou Conceição Baptista, são cerca de 2.500 as crianças que neste quartel de século passaram pelas instalações deste espaço, hoje com 15 funcionários, entre educadoras, auxiliares e serviços gerais.
“A Casa da Criança privilegia um ambiente educativo de qualidade, com espaços e materiais atractivos e diversificados, um ambiente onde as crianças se sentem bem e felizes”, salienta a directora da Casa da Criança.
Além da área anterior, a Casa da Criança destaca-se pelo espaço exterior que fomenta o acto de brincar livremente. Importa referir ainda o foco da direcção na promoção das questões ambientais. “O trabalho desenvolvido na Casa da Criança tem sempre presente a sustentabilidade ambiental, pelo que há vários anos é reconhecida como uma Eco Escola. Também nos últimos dois anos tem desenvolvido projectos que promovem uma maior literacia do oceano, obtendo a distinção Escola Azul”, refere Conceição Baptista.
Tendo presente o lema que orienta as Casas da Criança, «Façamos felizes as crianças da nossa terra”, Conceição Baptista sublinha que “o currículo desenvolve-se de forma articulada, centrado na criança que tem voz activa em todo o processo educativo, nas relações com a família e com a comunidade local através de parcerias, projectos e actividades que valorizam as tradições e cultura locais”.

“Aqui ainda se brinca”

Conceição Baptista «veste a camisola» da Fundação Bissaya Barreto e da Casa da Criança S. Julião desde a primeira hora e afirma que “para mim, é uma grande alegria poder comemorar estes 25 anos, temos a noção de que todos, ao longo destes anos, demos e damos o nosso melhor por esta grande família que é a Casa da Criança”.
Para a responsável da Casa da Criança na Figueira da Foz, “é um privilégio trabalhar com a Fundação Bissaya Barreto em cujos princípios e valores me revejo totalmente. Não há outro local onde me visse a trabalhar que não aqui”.
Mário Silva, antigo aluno, uma das muitas presenças ontem à tarde, ofertou a Conceição Baptista, em jeito de reconhecimento, um ramo de flores. “Aqui, na Casa da Criança, ainda se brinca, algo que começa a escassear noutros locais. Eu sempre estive próximo quer da Casa da Criança, que por aqui passaram. Na verdade, alguns dos meus melhores amigos, aqueles amigos para a vida, são deste tempo”.
Este lado, mais afectivo, está bem espelhado nas presenças que ontem se juntaram à festa de celebração do 25.º aniversário. Antigos alunos, pais e encarregados de educação fizeram questão de estar presentes.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL