25.º aniversário da Imoexpansão: “Somos uma imobiliária com história, mas sobretudo com futuro” – diz Ana Machado

Foi em ambiente de festa, entre família, amigos e clientes, que a Imoexpansão inaugurou as suas novas instalações, na Rua Rancho das Cantarinhas (frente ao Minipreço e piscina do Ginásio), celebrando assim 25 anos de actividade ininterrupta na Figueira da Foz.
“Inauguramos estas novas instalações pelos nossos clientes, para lhes proporcionar mais espaço e conforto e pela Figueira da Foz, a cidade que nos acolheu e nos apoia, e à qual retribuímos com a responsabilidade social que nos compete, apoiando sempre que podemos vários eventos e instituições que consideramos úteis à comunidade”, referiu Ana Machado.
A cerimónia contou, entre outros, com a presença de Francisco Bacelar (presidente da Associação de Mediadores Imobiliários Portugueses); João Ataíde (presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz); dos vereadores Carlos Monteiro, Nuno Gonçalves, Mafalda Azenha e Miguel Babo e da deputada à Assembleia da República, Ana Oliveira.

COM HISTÓRIA… E FUTURO

A sócia-gerente e fundadora da empresa, recordou ser esta a imobiliária mais antiga em actividade com sede na Figueira da Foz encontrando-se, no universo de cerca de 15.000 licenças emitidas a nível nacional para o exercício da actividade, nas primeiras mil, com a licença AMI número 636.
“Somos uma imobiliária com história, mas sobretudo com futuro porque defendemos, desde o seu início, uma maneira de estar no terreno sempre dinâmica e inovadora”, disse num balanço deste quarto de século de actividade que, garantiu, “deu-nos uma experiência que tornou a Imoexpansão numa referência”.
A fórmula de sucesso e longevidade foi revelada: “nenhuma empresa se mantém tantos anos numa cidade se não for honesta, competente, dedicada e responsável, dando aos seus clientes um apoio pós venda, que se estenda para além da concretização do negócio”.

HONESTIDADE, RIGOR E ÉTICA

Olhando para o passado, Ana Machado salientou que “a mediação imobiliária sofreu, nestas duas décadas, muitas mutações, no entanto a Imoexpansão desde 1992 soube, sempre, adaptar-se a esta evolução”, tendo como bandeira os princípios da honestidade, rigor e ética”, para além da vertente profissional, de “ter bons imóveis a preços competitivos”.
Neste prisma, destacou que a compra de uma habitação “é um investimento a longo prazo e como tal tem de ser bem acautelado”. Ou seja, “os investimentos por nós aconselhados sempre tiveram a segurança e o retorno económico que os nossos clientes esperavam. Esse é um facto de que muito nos orgulhamos”.

O CLIENTE EM PRIMEIRO LUGAR

Os clientes da Imoexpansão (vendedores e compradores), garantiu, “estão sempre em primeiro lugar. Eles sabem isso e é por essa razão que nos recomendam aos seus familiares e amigos. A eles a nossa gratidão, por nestes 25 anos, terem sido eles os nossos principais embaixadores e divulgadores”.
Mas nem só de vendas se encarrega a Imoexpansão. Com o recurso ao crédito à habitação mais condicionado e o mercado de trabalho com maior mobilidade, o arrendamento é hoje mais dinâmico. “Na Imoexpansão, gerimos já cerca de uma centena de arrendamentos, com a procura a crescer mês após mês. Os nossos critérios de análise de inquilinos são rigorosos, não visando o lucro imediato, mas sim a continuidade do arrendamento em segurança, tanto para o senhorio, como para o inquilino”

A APOSTA EM PARCERIAS

Para Ana Machado, “a Imoexpansão é hoje uma empresa consolidada e em crescimento, por isso necessitámos de estabelecer parcerias com outras imobiliárias, tanto em Portugal como no estrangeiro, o que nos permitiu ampliar a nossa zona de actuação e neste momento, por exemplo, a nossa parceria em França já trouxe várias famílias para residir na Figueira da Foz”. Prova disso mesmo, a presença de clientes franceses na cerimónia de inauguração deste novo espaço.
O mercado brasileiro é outro sector de acção da equipa da Imoexpansão, composta por António Ambrósio (gerente), Ana Machado, Cláudia Carrilho e Mário Teixeira.
A aposta tem um objectivo claro: “trabalhar para obter uma posição de liderança no mercado estrangeiro, que lhe permita agilizar negócios que vão muito além da compra de casa de férias”, passando por oportunidades de reabilitação urbana ou outros investimentos no concelho.

A PRESENÇA NA WEB

Com o evoluir da sociedade, a Internet é hoje uma grande «ferramenta» de trabalho e a Imoexpansão está bem presente neste novo paradigma comunicacional, através da sua página imoexpansao.pt, sites da especialidade onde se promovem os imóveis e nas redes sociais, onde só no Facebook conta com mais de 105 mil seguidores diários, além do Grupo Arrendamento e Venda de Imóveis na Figueira da Foz, com 14.800 membros.
Nem só de negócios é feita esta gestão digital: “contribuímos não apenas para a divulgação da nossa actividade, mas também para a promoção da Figueira da Foz, tendo a nossa página um álbum com cerca de 800 fotos, que mostram ao mundo toda a beleza deste nosso concelho”.
Acresce ainda o canal do Youtube de apresentação de imóveis mas também uma oportunidade de divulgar a Figueira da Foz, “promovendo-a sempre como destino turístico com muito para oferecer”.
É por tudo isto que deixa uma garantia: “não queremos apenas crescer na Figueira da Foz, queremos crescer com a Figueira da Foz”.

FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Ao comemorar o seu 25º aniversário, a Imoexpansão “aposta na continuidade dos seus valores e compromete-se a não perder o seu ADN, continuando sempre ao serviço de uma mediação imobiliária profissional e humanizada, tratando os seus clientes e parceiros como amigos”.
Desta forma, a empresa propõe-se ainda “a seguir em frente sem descurar a formação de todos os seus quadros e funcionários, pois a actividade imobiliária requer valências várias, estando a Imoexpansão sempre em sintonia com a evolução que se vai operando no sector”.
E por falar em equipa, Ana Machado fez questão de lhes dirigir uma palavra muito especial: “quero em nome próprio deixar um agradecimento muito especial aos nossos colaboradores, que muitas vezes até com sacrifício da sua vida particular aqui estão, dando o seu melhor, contribuindo também para que a Imoexpansão seja uma imobiliária muito profissional sem perder o ambiente familiar que a caracteriza”.

DAS DÚVIDAS À CERTEZA

25 anos de actividade é um marco de actividade para uma qualquer empresa.
Num registo muito pessoal, Ana Machado confidenciou que “há 25 anos comecei a Imoexpansão com mais dúvidas do que certezas. Mas determinada a fazer desta empresa um modo de vida, um negócio que me permitisse criar o meu filho de forma honrada e estar na sociedade que me acolheu com o espírito cívico em que acredito, contribuindo para a nossa economia”.
Neste quarto de século, sublinhou, “nem tudo foi fácil. Na verdade, quase nada foi fácil. Mas hoje, 25 anos volvidos, é com assumido orgulho que vejo a Imoexpansão ligada não apenas à minha família, mas a muitas centenas de outras, que aqui encontraram, tantas vezes, não apenas a sua casa, mas o seu lar”.
Dirigindo-se ao seu «braço direito» e companheiro desta vida, o filho António Ambrósio, afirmou que “é com maior orgulho que vi o meu filho crescer e assumir, mais do que a gerência da empresa, a sua filosofia, a sua missão, os seus valores”.
Antes do tradicional «Parabéns a Você», uma última e emotiva confidência: “há 25 anos eu sonhei construir uma empresa e hoje graças a muitos dos que aqui estão e perdoem-me a franqueza desta confissão, graças ao meu filho, de que me orgulho ainda mais do que da Imoexpansão, vejo que construímos muito mais do que uma empresa, criámos um futuro”.

REVITALIZAR O CONCELHO

“Estou aqui pela Ana Machado, pelo entusiasmo que empresta a esta actividade da promoção imobiliária e pelo carinho muito especial com que fala da Figueira da Foz, o que é particularmente sedutor e isso acaba depois por trazer pessoas e contribuir para o desenvolvimento do concelho.
A boa ocupação das fracções e dos prédios existentes é um dos nossos grandes objectivos, o de trazer mais pessoas para a cidade e concelho e a Ana Machado está a fazer muito bem essa tarefa”, disse ao Figueira na Hora o presidente da autarquia, João Ataíde.

A CREDIBILIDADE DO SECTOR

“25 anos de actividade dá uma enorme credibilidade ao mercado do sector imobiliário. Temos assistido a muitas imobiliárias que trabalham bem, mas a verdade é que também temos constatado que muitas destas empresas não fazem bem ao mercado, o que não aqui o caso. A Imoexpansão é um exemplo a seguir.
Há pouco a Ana Machado referiu tem a licença 636, mas a verdade é que atrás desse número, deve existir apenas umas 70 a 80, as outras já fecharam portas. Das 15.000 empresas com licença, estão em actividade apenas 5.200, essa é a realidade e mais uma prova do bom trabalho que aqui se faz. Exemplos destes é que seria bom seguir, o de credibilizar o mercado. Porque ao fazê-lo estão a apoiar o sector.
Continua a haver actividade clandestina, é muito difícil travar as novas tecnologias e todo o facilitismo. Antes era preciso ter um escritório e uma porta aberta e agora qualquer um com um computador ou telemóvel consegue exercer a actividade, quer legal quer ilegalmente. Neste momento muitas empresas trabalham dessa forma, até a partir de casa.
Existe para alguns uma facilidade acrescida, com recurso às redes sociais onde infelizmente lhes é permitido fazer alguma publicidade. Apesar de estar consignado que deve estar identificada a empresa e nr de licença, a realidade é que conseguem «furar» os principais portais imobiliários e colocar anúncios como se fossem proprietários. E depois temos muitos casos onde se recebem rendas indevidamente ou os sinais de arrendamento desaparecem e nunca mais ninguém os vê. Por isso, volto a dizer, empresas como esta são um exemplo a seguir”, confidenciou ao Figueira Na Hora Francisco Bacelar, o presidente da Associação de Mediadores Imobiliários Portugueses.

Texto: Jorge Lemos
Fotos: Marco Figueiredo

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

910 496 991 (comercial)

geral@figueiranahora.com

comercial@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL