Central Termoelétrica de Lares celebrou 10.º aniversário

Miguel Mateos, Carlos Monteiro e Vítor Alemão

Miguel Simas, Vítor Cordeiro e padre Nuno Fileno

Miguel Mateos, Carlos Monteiro e Vítor Alemão

Miguel Simas, Vítor Cordeiro e padre Nuno Fileno

A Central Termoelétrica de Lares (Vila Verde), da EDP Produção, celebrou dez anos de actividade com uma série de iniciativas que, durante a última semana, envolveram colaboradores, parceiros, câmara municipal, junta de freguesia e comunidades locais. Entre as várias acções promovidas pela EDP Produção, destacam-se as campanhas de sensibilização ambiental e de voluntariado para limpeza de resíduos e, ainda, uma oferta à comunidade.
A celebração terminou no fim-de-semana passado com um encontro em Lares que incluiu uma visita à central e ainda a entrega ao Centro Social Paroquial de Santo Aleixo de Vila Verde de um carro adaptado para transporte de pessoas com mobilidade reduzida. Este evento contou com a presença de vários convidados, entre os quais os presidentes da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Carlos Monteiro e da Junta de Freguesia de Vila Verde, Vítor Alemão.
O envolvimento com a comunidade local é, aliás, um dos pontos em destaque na estratégia da EDP naquela região.
“A nossa relação com a comunidade envolvente à central é, desde sempre, muito próxima e tem-se fortalecido ao longo destes 10 anos”, destaca Miguel Simas, director da central Termoelétrica de Lares. A oferta ao Centro Social Paroquial de Santo Aleixo de Vila Verde de uma viatura adaptada para os utentes com mobilidade reduzida é, assim, “mais um contributo que fazemos para a comunidade local e que traduz bem a forte relação da EDP com as populações onde mantém centros de produção.”
Antes deste evento que fechou as comemorações do 10.º aniversário da Central de Lares, a EDP Produção desenvolveu vários projectos que começaram no passado dia 14 de outubro com uma acção de sensibilização ambiental junto da comunidade local. Reunidos na central, os participantes puderam conhecer a política ambiental da empresa, as metas estratégicas e os passos necessários para minimizar a produção de resíduos através dos “5 R”.
A esta acção, seguiu-se uma campanha de voluntariado, promovida em conjunto com a comunidade local e que envolve a recolha de resíduos e limpeza na freguesia de Vila Verde – um projecto que será executado até ao final deste ano.
O 10.º aniversário foi uma ocasião para Miguel Mateos, administrador da EDP Produção, relembrar a importância deste centro produtor na Figueira da Foz.
“A Central Termoelétrica de Lares tem um papel relevante no mapa energético nacional e na segurança de abastecimento do país. As unidades de ciclo combinado complementam as fontes de produção renovável, respondendo quando estas tecnologias não estão disponíveis.” Por isso, reforça, “dez anos após a sua construção, a central continua a ser fundamental na produção eléctrica, como assistimos nos últimos meses, em que o país esteve a consumir energia produzida pelos ciclos combinados.”
Inaugurada em novembro de 2009 – depois da entrada em operação dos primeiros grupos, em agosto e setembro desse ano --, a Central Termoelétrica de Lares foi a primeira das centrais de ciclo combinado licenciadas em 2006. Estas unidades complementam as fontes de produção renováveis, respondendo a picos de consumo com menores impactos ambientais do que outras tecnologias térmicas. Ao construir a central, a EDP contribui assim para o reforço de segurança do sistema eléctrico do país.
A construção da central arrancou em junho de 2007, envolvendo um investimento de cerca de 400 milhões de euros e o trabalho de cerca de 250 empresas, das quais 31% da região da Figueira da Foz e de Coimbra – no total, foram criados perto de mil postos de trabalho directos. Durante todo este processo, a EDP interagiu sempre com a comunidade local, numa relação que se tem mantido activa nos últimos dez anos.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL