Ferryboat Haksolok, para Timor-Leste, é lançado à água nos Estaleiros Navais do Mondego

Amanhã, sexta-feira dia 26 de maio, às 15 horas, é lançado à água, na Figueira da Foz, o ferryboat “Haksolok”, a primeira grande embarcação saída dos Estaleiros Navais do Mondego desde que estes foram concessionados à Atlanticeagle Shipbuilding. Trata-se de uma encomenda da Autoridade da Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno, enclave da República Democrática de Timor-Leste em território indonésio, para melhorar as ligações entre Díli, a capital, a ilha de Ataúro e as principais localidades da costa norte do país, nomeadamente Pante Macassar, a mais povoada cidade da região.
Construído em aço e alumínio, o navio representa um investimento superior a 13 milhões de euros. Tem 72 metros de comprimento e capacidade para transportar 377 passageiros, 23 viaturas e até 3.500 quilos de carga. Responde aos requisitos internacionais mais exigentes em matéria de segurança do transporte marítimo, nos termos da convenção SOLAS (“Safety of life at sea”), e os motores com que foi dotado permitem-lhe atingir os 15 nós de velocidade (quase 28 quilómetros por hora), o que permitirá ligar Díli e o enclave de Oé-Cusse Ambeno em seis horas, reduzindo para menos de metade o tempo gasto atualmente na viagem, que varia entre as 13 e as 14 horas, em função das condições marítimas.
A cerimónia de lançamento à água do “Haksolok” - que significa felicidade em tétum - será precedida do respetivo batismo. Será madrinha a freira Guilhermina Marçal, madre superiora das Canossianas Missionárias em Timor-Leste, reconhecida apoiante da luta pela independência do país e que há dezenas de anos desenvolve um trabalho humanitário na sua terra considerado exemplar.
Entre outros dirigentes timorenses e responsáveis institucionais portugueses, assistirá ao evento Mari Alkatiri, antigo primeiro-ministro e presidente da Autoridade da Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno e das Zonas Especiais de Economia Social de Mercado de Timor-Leste.
O contrato entre o armador português e a Atlanticeagle Shipbuilding para a construção do ‘ferry’ foi assinado em setembro de 2014 e os respetivos trabalhos iniciaram-se em julho do ano seguinte. É a primeira embarcação de envergadura a sair dos Estaleiros Navais de Mondego desde a sua concessão, em 2012. A empresa, criada pouco tempo antes por quadros da indústria portuguesa do sector, é especialista na construção naval em alumínio e aço, reparação e conversão de embarcações e construção de estruturas metálicas de grande porte.

 

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

910 496 991 (comercial)

geral@figueiranahora.com

comercial@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL