Ama-me, é aquilo que te quero dizer

Ama-me, é aquilo que quero dizer, não é que não saiba falar de outra coisa, e haverá melhor coisa para fazer?
Ama-me, até eu saber o que isso é, ou até mais isso eu não tiver coragem para o dizer
Ama-me, eu não sei o que é o amor e o que isso é, se eu o digo sem o saber
Ama-me para eu não amar isto tudo sozinho
Ama-me, é aquilo que quero dizer

Não preciso de ti e tu não precisas de mim
Preciso de estar aí nesse coração e tu aqui onde voam fios de papelão
É preciso tanto e tão pouco - É assim o amor, um gigante e um louco!
Um pouco muito - um preso agora e mais tarde solto
Uma mão uma boca uma flor - um barco uma maré e um porto

Ama-me
Ama-me agora, se ontem me amaste, ou se me vais amar amanhã, não me importa
Mas agora, agora preciso que me ames e preciso do teu amor

Tu sabes o que isto é?
Chama-se a isto como? Amor?
Ama-me, é aquilo que te quero dizer

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL