BITCOIN – Quem te criou?

Agora que já sabemos alguns dos conhecimentos essenciais para entrarmos neste mundo das cryptomoedas (se ainda não leu o meu primeiro texto, vá ler!), vamos então conhecer mais de perto o nascimento desta nossa amiga Bitcoin.
Satoshi Nakamoto. Foi este o nome que apareceu como sendo o do autor de um documento tornado público em Outubro de 2008 (como pode ver na imagem) onde se fala de um sistema descentralizado, ou seja, não controlado por uma autoridade central, relacionado com a criação desta tal moeda – Bitcoin. Este documento, conhecido na indústria como o Whitepaper da Bitcoin, ainda é hoje bastante badalado. E porquê? A tecnologia descrita já foi escrutinada ao máximo, mas quanto a quem a inventou pouco ou nada se sabe.
Pois é, parece que o maior mistério em torno da Bitcoin é mesmo acerca da sua parentalidade. Muitas são as teorias, e alguns os que aproveitaram para reclamar o mérito como seu. Satoshi Nakamoto, seja ele quem for, uma pessoa, um grupo de pessoas, um extraterrestre a tentar transmitir conhecimentos do futuro à humanidade, nunca mais usou tal identidade desde 2011, três anos depois de ter publicado o seu famoso whitepaper.
O que se sabe é que como fundador decidiu guardar uma quantia considerável de Bitcoin para ele mesmo (quem não o faria?), quantia essa que já valeu cerca de 19.4 biliões de dólares. Essas Bitcoins continuam ainda hoje “armazenadas” pelo nosso querido Satoshi Nakamoto esteja ele/ela onde estiver e nunca foram vendidas. Este facto dá a Nakamoto, caso ele ainda esteja vivo e assim o pretenda, o poder de influenciar o preço da sua própria moeda que está a desafiar o sistema bancário a nível mundial. Isto faz dele uma das pessoas mais poderosas no mundo inteiro.
Alguns indivíduos já foram apontados como possíveis “Nakamotos”. Porém até hoje todos eles negaram serem os criadores da Bitcoin. O que poderá ter sido a atitude mais sensata, até por questões de segurança. Já outros são mais destemidos (e menos modestos também), e apresentaram-se eles próprios como sendo o “Pai da Bitcoin” em pessoa, mas nenhum deles reuniu consenso até hoje.
Seja ele quem for, o que é certo é que Nakamoto não considerava justo o facto de nós termos que colocar toda a nossa confiança num banco, depositando o nosso dinheiro, fornecendo-lhes informações privadas, enquanto este pode usar as nossas poupanças em bolhas de crédito. Ele defende que esta confiança deve ser mútua e que o seu grau tem de ser igual para todos os intervenientes. E foi com esta ideia que criou todo um sistema descentralizado à volta de uma moeda, que começou por valer 0 dólares, e acabou por transformar a dinâmica financeira de um mundo inteiro.

Agora quero que feche os olhos e que imagine que tinha comprado uma pizza por 36 milhões de euros… Crypto aventuras que ficam para a próxima semana!

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL