O porquê da bica

Eu sei que quando vou à bica
O mundo tem início e fim
Usa-se e cruza-se em mim
e nós ainda sempre apressados somos aqui
Como um tronco que fere a carne
Quando por fim, caio em mim
Por inveja do que ela toca
Onde perco os prazos atados dos meus pés
de tudo o que neles percorri
palavras gastas em pedra
E fugir a olhar para a carta que um dia escrevi
O miúdo da bica demora?
Atiro-lhe com uma pedra
ele agradece e diz que vem já aqui
Bom dia, é uma bica, quente, como toda a eternidade canónica indecente
Bate com delicadeza as portadas que o berram com cem anos de idade e mais algo que alguém o meça, desculpe, eu quero, eu quero
Depressa, depressa
em chamas de sonhos antes e depois queridos, lembrados, não entendidos, esquecidos a escassos
Como a invenção do amor
Sim, como a invenção do amor
Na primeira e última alteração de mesa nos dedos
já não sou eu quem fala
é a minha voz
e dele os dedos
Ambos erros
Vendo-nos
Ontem numa lambreta antiga
Vi a saudade de quando eu era
Ou queria ser um devedor dessa multa mais bonita
Tempo tão bonito que era
Lá ia o miúdo da bica
Vejo nenhum erro e não quero que saibas o que é errar
A não ser pelo miúdo à procura de onde lhe falta por a bica
o que é na verdade mesmo a depositar
Que corre corre pela esplanada
Usa-se cruza-se de sul a norte
Usa-se e vê-se a trote
Enquanto me é sorte
Porque agora, agora é meu, mesmo meu
Enquanto o café, o tempo do café demora em visita
Onde estou eu?
Fui eu que vim para aqui?
O café está quente, vive e sonha e só hoje o percebi
o porquê da demora e da pressa da bica
Que tanto e tão pouco me demora
Me salva e me fica
O porquê da bica assim.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL