Os nossos amores

Deixei uma planta no sítio onde nasceste
com os princípios de tolerância depositados no sol a raiar e na chuva na sua inquietude, de leva-me a passear
Desde aí, nada foi mais o que era
Todos os dias te reguei, obrigo a luz e a água a seduzirem tudo e todos, para que pétalas por ti caiam e que flor sejas de alguém
de botas até ao joelho
pesado, cansado, amando-te um ano inteiro, sem saber como és quem, sei lá porquê este destino
Também nunca mo perguntei
Esse sítio não sei onde o olhar, critico porque não o consigo deixar
Meu Deus, como cresceste, não vás, fica e morre comigo até a chuva te esquecer e o sol nos deixar
Como te fizeste, linda, solta, agreste
hipótese vestida em atelier de arco-íris
Nunca vi nada mais bonito
que acordar nos versos a saírem-te em lábios ora iniciados, ora macerados de actriz
A continuarem o que continua, querendo ou não, por sol, por lua
porque a tua terra quis
Não me esquece o teu leve acordar
Nem os teus meios entre idade de adolescente e mulher com cores de lua, com som, com lua, com amor amua, com tudo o que já conquistei, cá dentro na minha rua
Não sei para onde mais olhar
Fecho os olhos
Os sonhos mais lindos, olhei
E lá estás tu, de verdade
Pássaros batem e rebatem as asas velozes, por entre as flores do céu
Regadas no mar
E vividas na terra
as mais belas lendas despidas de não nasceste, a não ser para seres a flor que nasceu, viveu e morreu nas mãos, nos chãos, nos vasos, somos tão fracos que te temos de dar ou o que seja, com medo que morras já cedo, que todo o mundo te veja
deixas vida em todo o além
Como não sou pássaro, vivo e morro contigo, no sitio onde tu nasceste e eu aprendi que a palavra amor, existe também comigo

 

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL