este português pede-te em português

Poemas.
aos que dá e aos que desse
para pensar em não pensar em nós os dois - há uma canção e um tempo onde tudo pode e acontece
Nada é, tudo é, e tudo e nada se parece, como aquele comboio ali ao fundo
Tão pequenino e tudo conhece - um liga a corrente, um siga em frente
e só um dia voltamos aqui - voltas de passado - presente - futuro
Um seguidor de encontros e de despedidas
Um tempo de risos em lágrimas, um sino de idas
Tu, esse poema, eu, de vagão em vagão, à procura da melhor carruagem - sempre para sempre – todas as transudas viagens – jeitos sem jeitos de esquecer, assim e não
Na verdade, só um português sabe tão bem não o ser em português
Só esse tem essa capacidade, afinal, nem precisa de o tentar
O colono armado com a cruz a dar medo a povos, no que ela devia e não seduz
somos ricos de tão pobres
Numa outra margem ouço-me e nem para mim falei
Oh deus, o que fazes tu aqui? Para ti, eu também não falei
Um homem, na verdade, é só mais e não menos do que um tolo
Poemas pequenos são tudo o que eu te quero dar
Só isso, sei - um eterno todo
um dizer adeus, a ninguém
e só isso quero para mim
Olho para cima e vejo-te
Estrela a estrela sigo-te sem sequer andar, vejo-te dos rés do chão ao décimo quarto tentar
Sinto o frio na espinha dorsal quando não as vejo
Esse terror terrível de te amar
Ao passar das horas o tempo quase tudo muda
Só o meu sonho, aquele que me fez e faz
Afinal, tu és uma gaivota que não voa e que não pula
E eu voar sem ti não sou capaz
Ao que dá e que desse
Como é terrível e terrorífico amar-te
e ser tudo isso, em português
oh deus, faz um oitavo dia, noutra língua
este português pede-te em português

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL