Com a Figueira da Foz, com os Figueirenses.

Tornar a sentir o " Pôr-do-Sol"!

Quase que me atreveria a dizer que as capacidades do ser humano são surpreendentemente inesgotáveis!
Pensando bem, digo convictamente: AS CAPACIDADES DO SER HUMANO SÃO SURPREENDENTEMENTE INESGOTÁVEIS!
Lembro-me que quando eu era menino, as bicicletas, aquelas duas rodas movidas a pedais e que, volta não volta..., pregavam connosco no chão, aqueles "ferros" a que carinhosamente chamávamos "Burras", serviam-nos basicamente para andar para a frente e para, com cuidado, virar à esquerda ou à direita. Não cairmos, era naquele tempo, talvez a maior proeza que conseguíamos com elas.
De então ao hodierno, tudo se acelerou, tudo ganhou novas funcionalidades, novas "competências" e novas habilidades..., quer se trate de humanos ou de outros seres ou de outros objectos. Todos adquiriram capacidades e "habilidades" inimaginadas!
Hoje, estupefacto, arrepiam-se-me os cabelos quando no Downhill assisto a "impossibilidades" físicas e humanas, humanamente concretizadas! Uau! Uau!!!!! Não entra mosca porque não as há no inverno... Noutra vertente, vejo triplos mortais em bicicletas "espertas" largadas e recuperadas novamente no ar... Não! Não!!!... Não é possível o que eu acabo de ver possível! São desafiadas as leis da física ou da gravidade com toda a gravidade e com consequências de inimaginável gravidade, mas o meus olhinhos e o "slow motion" certificam e quase me matam com tanta emoção!
Ronaldo e Messi, Messi e Ronaldo, taco a taco, não despegam, superam tudo e superam-se a cada instante, já não duvido..., eles teleguiam a bola, só pode... Eles difundem a mensagem que extasia bilhões de nós: " Yes! Yes! All we can..." É uma grande verdade! Todos nós podemos infinitamente mais!
Hoje não duvido: "Tudo aquilo que um homem consegue alcançar, outro homem acaba por superar!"
Agora, transportemos esta "máxima" certeza para os mundos dos sonhos...
Arrancou-me este devaneio, um vídeo que acabei de ver: Um miúdo com apenas 12 anos de idade, resolveu em simultâneo, em menos de três minutos e com gestos e práticas malabaristas, três Cubos de Rubik, mantendo-os habilidosamente no ar enquanto os ia resolvendo... É uma quadrupla ou uma sêxtupla proeza abissal que parece "desumana", mas é realmente humana!, que parece quase humanamente impossível... e ... chegará o dia... em que alguém o fará com quatro ou mais cubos simultaneamente.
Infelizmente, nós humanos, estamos cegos, estamos insensíveis, perdemos a capacidade de "ver", de "sentir", de "reagir" e de "emocionarmo-nos"... Agora tudo é adquirido e tudo é..., porque é! Tudo é porque temos, tudo podemos e queremos ter..., e se não podemos ter..., é o fim!
Por causa de tanto termos e de tanto querermos..., temos vindo a perder quase tudo. Pois é!, Pois é!!! Muitos já não sabem a tabuada, já não sabem fazer contas e perderam a capacidade de se pasmarem e de se maravilharem quer com os feitos tecnológicos, quer com a "maravilhosa" natureza. Eu ainda me maravilho com ambos..., fico "louco" com as capacidades do meu computador, com a Internet com o meu telemóvel e com um maravilhoso pôr--do-sol ou com um arco-íris.
De facto, o ser humano é extraordinário! Todavia, ele é apesar de tudo, cada vez mais infeliz, porque a cada dia que passa, perde cada vez mais a capacidade de se sentir humano. Ele está a perder a capacidade de "ver", "sentir" e "ouvir" maravilhado o "pôr-do-sol".
- Humanizemo-nos enquanto vamos a tempo!
- "Bora lá"..., pôr de novo os pezinhos na terra, para irmos ainda mais longe e para nos salvarmos!

N.B: Este texto foi escrito exclusivamente com "tecnologias" antigas: Foi concebido numa cabeça "indescartável" com mais de 59 anos de uso efectivo e contínuo e foi redigido inicialmente à mão, com a minha SHEAFFER, com aparo em ouro de 14K, Refª. 585, que me acompanha e me assessoria há 49 anos e que escreveu o meu exame da 4ªclasse e que tem discorrido muitas alegrias, muitas tristezas e muitas vitórias da minha vida, enfim..., mais uma "tecnologia" antiga e também uma companheira fiel!
Se soubermos olhar a vida..., ela é bela!, é linda!, e é maravilhosa...
* Este texto, foi escrito segundo os termos da ortografia anterior ao recente (des)Acordo Ortográfico.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL