Centro de valorização de resíduos: “A Marinha das Ondas não tem de suportar ou ver comprometida a sua qualidade de vida por um projecto que é de todos”

O cidadão Manuel Cintrão questionou hoje em reunião de Câmara se o executivo está contra ou a favor da instalação de um centro integrado de valorização de resíduos na freguesia de Marinha das Ondas, a escassos metros de restaurantes e habitações, um pedido feito pela empresa SS Bioenergias, SA.
“Refuto liminarmente a preocupação de prejudicar a Marinha das Ondas”, começou por afirmar João Ataíde.
“Temos sido implacáveis no cumprimento das regras” por parte das empresas instaladas nessa freguesia, no que aos impactos ambientais diz respeito, salienta o presidente da Câmara.
“Não tomo decisões sem um fundamento legal (…), não posso antecipar decisões e estou longe de ser um presidente populista, quero opiniões esclarecidas e quero tomar decisões esclarecidas”, reforçou o edil, contando para tal com a análise de um perito de todo este processo.
“Temos ali um problema de impacto ambiental, um passivo que não pode continuar, um problema grave que tem de ser resolvido”, disse João Ataíde sublinhando que “não sou contra o projecto, defendo que deve haver reciclagem de lamas e produtos, a exemplo do que se faz na Europa (…). O projecto é interessante mas o local tem problemas que têm de ser resolvidos. Esperamos uma resposta da Agência Portuguesa do Ambiente e de técnicos habilitados sobre o impacto para depois, de uma forma esclarecida, poder responder. Mas não sou indiferente aos apelos da população. Se não for neste espaço, gostaria de colaborar num espaço alternativo (…). A Marinha das Ondas não tem de suportar ou ver comprometida a sua qualidade de vida por um projecto que é de todos”.

Foto: DR/Gonçalo Ermida- Correio da Manhã

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL