Corte de árvores em Buarcos: Movimento Parque Verde preparado para levar “abate criminoso” à Comissão Europeia

Está agendado para hoje (quinta-feira) o corte de 16 árvores, com dezenas de anos, em Buarcos. O vice-presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz adiantou à Agência Lusa (ver aqui) que a medida iria ser analisada.
O Movimento Parque Verde agendou para as 8h00 de hoje uma “acção de protesto contra o abate indiscriminado de árvores saudáveis” no Largo Caras Direitas.
Luís Pena, em nome do movimento, deixa um apelo: “exerçam a cidadania e impeçam o abate criminoso. Se for necessário, iremos amarrar-nos às árvores... Não tenham medo pois a razão está connosco”.
Adianta ainda que “caso não haja recuo de quem de direito” o Movimento Parque Verde “tem pronta uma exposição a apresentar à Comissão Europeia para que esta saiba como estão a ser aplicados os fundos comunitários na cidade da Figueira da Foz com total desrespeito do ambiente”.

Em comunicado, a Comissão de Freguesia de Buarcos e S. Julião do Partido Comunista Português critica “o discurso «mal amanhado»” do vereador Carlos Monteiro adiantando que “para ficar bem na foto falou de ânimo leve, sem conhecer os detalhes da obra e não são agora pedidos de desculpa de última hora, mais ou menos sentidos, que o isentam das responsabilidades que detém enquanto autarca”.
“A única intervenção que esta zona e toda a cidade, de facto, requerem, seria a adequada limpeza de todos os espaços, a preservação condigna dos espaços verdes existentes, o saneamento eficaz em todo o concelho, o arranjo de ruas, ruelas e pracetas, em péssimas condições de piso muitas delas, a requalificação de parques de estacionamento, sujos e degradados, a colocação de maior número de ecopontos e contentores de lixo e sua limpeza atempada e cabal, para além da defesa de melhores serviços de segurança e policiamento de proximidade, e não apenas iniciativas avulsas «para turista ver»”, lê-se no comunicado.
“Pareceu que o senhor vice-presidente da Câmara Municipal estava bastante a leste do que era suposto ser feito, não sabia. E, perguntamos, o senhor presidente da Junta de Freguesia, não tinha noção também? Reclamando-se, como se reclama, de grande defensor de Buarcos, parecer-lhe-á bem o que se está a passar? Concorda?”, questiona ainda a estrutura comunista.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL