«Escritores, Memórias e Olhares” numa exposição fotográfica de Fernando Bento

«Escritores, Memórias e Olhares» é o título de exposição de fotografias da autoria de Fernando Bento, cuja inauguração terá lugar amanhã, sexta-feira dia 8, pelas 18h00, na Sala 3, do Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz (CAE).
Esta iniciativa cultural, promovida pela Câmara Municipal da Figueira da Foz, foi apresentada em conferência de imprensa na Sala Afonso Cruz, no CAE, tendo marcado presença Nuno Gonçalves, vereador da Cultura, o escritor Luís Machado, secretário-geral da Associação Portuguesa de Escritores e curador da exposição, e o fotógrafo, Fernando Bento.
«Escritores, Memórias e Olhares» é constituída por 25 fotografias, a preto e branco dos escritores: Agustina Bessa-Luís, António Lobo Antunes, António Ramos Rosa, Augusto Abelaira, David Mourão-Ferreira, Eduardo Lourenço, Ernesto Melo e Castro, Eugénio de Andrade, Gonçalo M. Tavares, Hélia Correia, João Rui de Sousa, José Cardoso Pires, José Saramago, Lídia Jorge, Manuel Alegre, Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta, Maria Velho da Costa, Mário Cesariny, Mário Cláudio, Mário de Carvalho, Matilde Rosa Araújo, Pedro Tamen, Teolinda Gersão, Urbano Tavares Rodrigues.
Para Nuno Gonçalves esta é uma exposição com várias particularidades. “Inédita, tem a capacidade de trazer a público e a nu a naturalidade de 25 escritores”, num ano em que a Figueira comemora o centenário do nascimento de dois grandes escritores - Sophia de Mello Breyner e Jorge de Sena, e o 10º aniversário do projecto de promoção e incentivo à leitura do Município «5as de Leitura», no qual, curiosamente, 7 dos 25 retratados já participaram.
“Estão reunidas condições férteis para o sucesso desta exposição”, salientou o autarca.
Por seu lado, Luís Machado, a quem Nuno Gonçalves apelidou de “homem das letras, de reputada tradição e defensor de grandes causas”, cuja curadoria vai para além da montagem de peças, assumiu-se como “mentor” da exposição e referiu que “se há cidade a nível nacional que teria razões para fazer esta exposição, é a Figueira da Foz”.
O curador afirmou conhecer bem o portfólio de Fernando Bento, “um grande fotógrafo, discreto, que tem fugido um pouco das luzes da ribalta”.
“Seria uma falta de sensibilidade da minha parte não aceitar esta curadoria”, enfatizou Luís Machado, que referiu ainda ter sido difícil escolher, de entre mais de um milhar de fotografias, apenas 25 “retratos históricos, inéditos e raros”.
Luís Machado anunciou que está prevista a dinamização cultural da exposição, com encontros com escritores, estando já confirmadas as presenças de Teolinda Gersão (7 de dezembro), Mário Cláudio, Gonçalo M. Tavares e Manuel Alegre (em janeiro e fevereiro). Deu ainda nota que se prevê que, em 2020, a exposição efectue uma itinerância pelo país, a qual terá início em Lisboa, num espaço cultural de referência.
Fernando Bento agradeceu ao município da Figueira da Foz a disponibilidade para receber a sua primeira exposição temática. Assumindo-se como um homem da imagem, o fotógrafo referiu que nem sempre é fácil fotografar as pessoas, pois elas “não abrem muito o seu espaço”.
O fotógrafo nasceu em 1965, na cidade de Lisboa. É jornalista profissional há mais de três décadas e colabora, regularmente, com inúmeros órgãos de comunicação social nacionais e estrangeiros. Mantêm com a Figueira da Foz, onde trabalhou de 2000 a 2009, uma ligação de paixão.
«Escritores, Memórias e Olhares» é a sua primeira exposição temática. É uma viagem pelos caminhos da literatura nacional, o olhar criativo de um fotógrafo que regista a expressão dos rostos e dos gestos de algumas das mais marcantes figuras da nossa literatura, da segunda metade do século XX.
A exposição conta com o apoio da Associação Portuguesa de Escritores e da Antena 1, e estará patente ao público de 9 de novembro a 2 de fevereiro de 2020.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL