Festival Internacional de Tunas Universitárias: “um evento que a Figueira merece”

Integrado nas comemorações do seu 26.ª aniversário, a Bruna - Tuna Universitária da Figueira da Foz, realiza a 16.ª edição do FITUFF - Festival Internacional de Tunas Universitárias da Figueira da Foz.
Dia 15 à noite (sexta-feira), terá lugar uma festa informal na zona do Bairro Novo (Picadeiro), com um «wellcome Spring» na discoteca NB.
Sábado, às 15h00, no Picadeiro, num modelo «pré-festival», as tunas apresentam-se em, serenata, cada uma com um tema. O ponto alto do festival acontece no Casino Figueira, a partir das 21h00. A concurso, estarão a Estudantina Universitária de Lisboa, Tuna de Medicina do Porto, Trovantina - Tuna do Instituto Politécnico de Leiria e Tuna–Mus - Tuna Médica da UBI-Covilhã.
Extra-concurso sobem ao palco do Salão Caffé a Tun´ao Minho - Tuna Feminina da Universidade do Minho e Tuna Distrito Bilbau -Tuna Feminina da Universidade do País Basco (Espanha).
Os bilhetes estarão à venda (5€) no próprio dia do festival no Casino Figueira ou reservando pelo e-mail tunabruna@gmail.com.

“Uma referência no panorama nacional”

“Este é um evento que a Figueira merece. Não é para nós, organização, não é para as tunas que actuam, é para a cidade da Figueira da Foz”, salienta Paulo Santarém.
Olhando para esta década e meia de actuações, refere que “desde sempre foi nossa intenção apresentar um festival diversificado e de qualidade. A Bruna tem-se pautado por manter precisamente este elevado padrão de qualidade não nó no festival, mas em todas as actuações que fazemos, dentro e fora de Portugal, queremos ser sempre uns embaixadores dignos da cidade”. Palavras partilhadas por Pedro Bugalho, para quem “a Bruna e em particular o FITUFF são uma referência no panorama nacional e um veículo de divulgação do concelho”.
Os tunos não têm dúvidas e afirmam que o Festival “é já um marco nos eventos que acontecem todos os anos na cidade e que os figueirenses apreciam e acarinham”.
Deixam um apelo ao comércio local e restauração/hotelaria para que apoiem a continuidade do certame que, este ano, junta cerca de 250 elementos no Casino Figueira.
O orçamento do Festival ronda os 5.000 euros, suportados por verbas próprias, apoio financeiro da autarquia (subsídio anual) e alguns patrocínios.
O Casino Figueira – “com quem a tuna tem um «casamento» perfeito desde a 3.ª edição – apoia com a cedência do espaço e logística inerente e bilheteira.
E neste particular, Paulo Santarém garante que “não devemos um cêntimo que seja a quem quer que seja, temos uma gestão cuidada e equilibrada, não só do Festival, mas de toda a nossa actividade, ao longo do ano”.

«Sangue novo»

Apesar do aparente contraste do facto da cidade da Figueira da Foz não ter ensino superior, mas movimentos tunos, Paulo Santarém explica que a existência da Bruna, além da própria actividade cultural, é também um elo de ligação entre os que cá estudaram e que têm a Figueira da Foz no coração e que, por variados motivos, hoje residem noutros locais. A Bruna conta actualmente com 27 elementos, aos quais irão juntar-se mais três novos tunos.
“Somos um grupo coeso cuja continuidade está sempre posta à prova. Mas apostamos aposta numa renovação paulatina tendo em vista a manutenção dos laços afectivos que a todos nos une”, revelam Paulo Santarém e Pedro Bugalho.
E em jeito de convite, fica uma novidade: “vamos apresentar um novo tema neste FITUFF, algo diferente no nosso reportório…”.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL