Covid-19: Ministra da Saúde admite que Portugal não consegue quebrar cadeias de transmissão

A ministra da Saúde admitiu que Portugal não está a conseguir interromper cadeias de transmissão do novo coronavírus, frisando que isso não pode levar a desistir de o tentar.
“Estamos a ter dificuldade em quebrar as cadeias de transmissão, estão a manter-se relativamente persistentes e, portanto, pusemos no terreno um conjunto de instrumentos adicionais”, afirmou Marta Temido numa conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia da covid-19.
Questionada sobre uma alegada intervenção irritada do primeiro-ministro para lhe tirar a palavra numa reunião do Governo e do Presidente da República com especialistas, Marta Temido afirmou em tom irónico que, “se o primeiro-ministro ‘puxou as orelhas’ à ministra da Saúde, teria certamente razão, embora os castigos corporais sejam pouco da nossa forma de trabalhar”.
“Todos começamos a ficar bastante cansados e gostaríamos de poder voltar a página da covid-19. É natural que se perca alguma da tranquilidade e possamos perguntar-nos se as coisas estão a evoluir no melhor sentido”, declarou.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL