2.ª fase de desconfinamento: Figueira da Foz incluída nos 19 concelhos de risco avaliado de 15 em 15 dias

O Primeiro-Ministro avançou esta tarde com as medidas da 2.ª fase do desconfinamento.
Segundo indicou António Costa, a avaliação do grau de risco passa a ser feita concelho a concelho. Contudo, se algum concelho registar, em duas avaliações consecutivas, uma taxa de incidência superior a 1 e uma média de novos casos por 100 mil habitantes superior a 120, não poderá avançar na próxima fase de confinamento.
A Figueira da Foz inclui o anunciado leque de 19 concelhos em risco de não progredir nas próximas medidas de desconfinamento.

Risco entre 120 e 240 casos:
Alandroal
Albufeira
Beja
Borba
Cinfães
Figueira da Foz
Figueiró dos Vinhos
Lagoa
Marinha Grande
Penela
Soure
Vila do Bispo
Vimioso

Risco superior a 240 casos:
Carregal do Sal
Moura
Odemira
Portimão
Ribeira de Pena
Rio Maior

Entretanto e para todos os concelhos, avançam as seguintes medidas de desconfinamento já a partir da próxima segunda-feira, dia 5:

reabertura dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico nos estabelecimentos de ensino públicos, particulares e cooperativos e do setor social e solidário;

reabertura de centros de atividades de tempos livres e centros de estudo e similares, para os alunos que retomam agora as atividades educativas e lectivas;

reabertura de equipamentos sociais na área da deficiência;

reabertura de centros de dia de apoio às pessoas idosas;

reabertura de estabelecimentos de comércio a retalho e de prestação de serviços em estabelecimentos abertos ao público, com menos de 200 m2 e porta para a rua;

reabertura de museus, monumentos, palácios e sítios arqueológicos ou similares, nacionais, regionais e municipais, públicos ou privados, bem como de galerias de arte e salas de exposições. Estes equipamentos encerram às 22h30 durante os dias de semana e às 13h00 aos sábados, domingos e feriados;

reabertura de estabelecimentos de restauração para serviço em esplanadas, com um limite de quatro pessoas por grupo. Estes estabelecimentos devem encerrar às 22h30 durante os dias de semana e às 13h00 aos sábados, domingos e feriados;

permite-se o funcionamento de feiras e mercados, para além das feiras e mercados de produtos alimentares, mediante autorização do presidente da câmara municipal territorialmente competente, de acordo com as regras fixadas;

regresso da actividade física e desportiva de baixo risco, bem como a prática de actividade física e desportiva em ginásios e academias, estando proibida a realização de aulas de grupo;

permitida prática de actividade física ao ar livre, em grupos de até quatro pessoas;

no âmbito das instalações desportivas permite-se a abertura de determinados equipamentos: campos de tiro; courts de ténis, padel e similares; circuitos permanentes de motas, automóveis e similares; velódromos; hipódromos e pistas similares; ginásios e academias; pistas de atletismo e campos de golfe.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL