Figueira em alerta para agravamento das condições meteo-oceanográficas

A Capitania do Porto da Figueira da Foz alerta toda a comunidade marítima e a população em geral para a continuidade das condições meteo-oceanográficas adversas, com especial agravamento a partir da madrugada do dia 24 de novembro até ao final do dia 25 de novembro chamando a atenção para a previsão de ondulação de noroeste, que apresentará um período largo, o que significa que transportará bastante energia e que poderá atingir os 6 metros de altura durante a manhã do dia 24 de novembro.
É neste contexto que a Câmara Municipal da Figueira da Foz contactou alguns presidentes de junta de freguesia, nomeadamente de Buarcos e São Julião e São Pedro, alertando para os possíveis constrangimentos que poderão surgir.
“Hoje temos de ir ao terreno e ver o que se pode fazer preventivamente, se há alguma possibilidade de uma intervenção intermédia para fazer face a esta situação urgente e premente”, refere a propósito Pedro Santana Lopes adiantando que contactou o vice-presidente da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que, por sua vez, transmitiu que “está a par e a acompanhar a situação».
A Capitania da Figueira alerta ainda para a necessidade de precaver a protecção das infraestruturas, tais como bares e restaurantes, que estarão mais vulneráveis no caso de se verificarem galgamentos, prestando especial atenção ao período da preia-mar na madrugada do dia 24 de novembro. Nestas condições o mar poderá alcançar zonas que, aparentemente, parecem seguras.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL