José Pereira de Deus apresentou livro no Casino Figueira «A Pandemia e o Jogo»

Ontem à tarde o Casino Figueira recebeu a apresentação do livro «A Pandemia e o Jogo», de José Pereira de Deus e com chancela da Chiado Editorial.
A sessão contou ainda com a presença de Fernando Matos (administrador do Casino Figueira), Carlos Costa (antigo director geral do Casino de Lisboa) e moderação de Jorge Lé.

A realidade de que a pandemia afectou os casinos e bingos de base territorial e que neste contexto temporal verificou-se um aumento da procura pelo jogo online, levou o autor a reflectir sobre os modelos deste sector num futuro próximo.
Recorde-se que o jogo online foi legislado em Portugal em 2015. Tal como havia sucedido aquando da regulamentação de 1927 com os casinos, também na sua base estiveram fortes razões de natureza financeira.
«Não obstante todo o pensamento e pressões pró-regulamentação, durante a I república e antes mesmo, com projectos de regulamentação monárquicos, a verdade é que a aprovação só viria a ocorrer após a instalação da Ditadura do 28 de maio de 1926, mais exatamente em 3 de dezembro de 1927.
Muito antes disso, em 1783, a rainha D. Maria I tinha autorizado a exploração pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, de uma Lotaria Nacional, com finalidades de cariz social».
Neste livro, é feita uma rápida abordagem dos antecedentes ao mar - co regulamentador de 1927, o qual constituiu a primeira matriz dos jogos de fortuna ou azar em Portugal. E apesar de terem já decorrido 94 anos, a verdade é que no essencial as linhas mestras se mantêm.
O Brasil debate-se actualmente com as mesmas dúvidas sobre a legalização do jogo.

O autor:
Licenciado em Direito pela Universidade Clássica de Lisboa, Pereira de Deus exerceu advocacia e concluiu mestrado em Gestão e Turismo pela Universidade de Aveiro. Pós-Graduado em Direito da Comunicação pela Universidade de Coimbra.
É inspector de jogos desde 1988. Lecionou Direito do Jogo na Universidade Nova de Lisboa e publicou anteriormente “O Jogo em Portugal” e “Fortuna ou Azar - Dupla Improvável”. É ainda editor e responsável pelo site www.ojogoemportugal.pt.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL