"Pandemia foi o rastilho da transição digital" - director-geral Cisco Portugal

O director-geral da Cisco Portugal, Miguel Almeida, afirmou, em entrevista à Lusa, que a pandemia de covid-19 foi "o rastilho da transição digital" e que há mudanças que vieram para ficar, como por exemplo o teletrabalho.
"Diria que a pandemia foi o rastilho da transição digital", afirmou Miguel Almeida, há quase um ano na liderança da tecnológica Cisco Portugal, quando questionado sobre se a pandemia acelerou o processo de digitalização do país.
Aliás, "o próprio Governo, com a nomeação da secretaria para a digitalização", já tinha dado um passo nesse sentido, disse.
"Foi aqui criado o momento ideal" – o estado de emergência levou ao confinamento domiciliário e à adopção do teletrabalho por parte das empresas – "e realmente havia pessoas que estavam preparadas para poder acelerar esta transformação", salientou o director-geral da Cisco Portugal.
No fundo, "houve uma conjugação de factores" que permitiram acelerar a transição digital, apontou.
Depois desta pandemia, "acho que já nada vai ser igual, seja a Administração Pública, seja no ambiente escolar, seja nas empresas, seja onde for", prosseguiu Miguel Almeida.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL