Percurso cultural «A Figueira e os Refugiados da II Guerra Mundial»

Frederica Jordão, a responsável pela Pó de Saber - Cultura e Património

A Pó de Saber - Cultura e Património retoma as suas actividades de visita guiada com a apresentação de um novo percurso cultural na Figueira da Foz: «Na Rota da Liberdade - A Figueira e os refugiados da II Guerra Mundial». 

Para milhares de refugiados a quem, sobretudo a partir de junho de 1940, foi destinada a Figueira da Foz como zona de residência fixa, a espera por vistos de passagem para o continente americano, por notícias dos que ficaram para trás e dos que já haviam partido foi marcada pela angústia e pela tragédia da deslocação forçada. 
No entanto, como tantos ainda hoje recordam em memórias pessoais e institucionais que ligam de forma perene a Figueira da Foz ao Mundo, a ansiedade do desconhecido foi amenizada pelo carinho e boa-vontade das autoridades e cidadãos figueirenses, que se desdobraram em iniciativas para prover pelo seu conforto e bom acolhimento.

Neste percurso, de cerca de 2 kms e com duração de 2 horas, os visitantes poderão reconstituir a chegada dos comboios de refugiados à Figueira, revisitar algumas das casas onde foram acolhidos e os lugares onde encontraram repouso e amizade solidária. 

Este programa foi desenvolvido em parceria com algumas das lojas do «Comércio com História» da Figueira da Foz e desvenda micro-histórias do quotidiano solarengo dos «turistas acidentais» na sua rota do horror para a Liberdade. 

Realiza-se de junho a setembro, à terça-feira pelas 10h00 e aos sábados pelas 16h00. Tem o custo de 10 euros por pessoa e é gratuito para crianças até 12 anos.
O percurso realiza-se no exterior, com breves passagens por espaços comerciais, pelo que deverão ser cumpridas todas as regras de segurança impostas pela DGS com relação à Covid-19.

Os programas culturais «Coração do Bairro - Percurso cultural e gastronómico» e visita guiada às Igrejas de Santo António e São Francisco vão ser retomados: o primeiro, resultante de uma parceria com o restaurante «O Picadeiro», conta a história da edificação do bairro moderno de Santa Catarina - o Bairro Novo, o primeiro grande empreendimento turístico da cidade, e inclui uma prova de produtos da nossa gastronomia; o programa de visita às igrejas irmãs de Santo António e São Francisco introduz ao património religioso e artístico da devoção franciscana na cidade, mostrando a Igreja do antigo Convento de Santo António, da Misericórdia - Obra da Figueira e a Igreja, Sala do Capítulo e Museu da Ordem Franciscana Secular da Figueira da Foz.

Todas as informações acerca destes e outros programas, bem como as ofertas promocionais e descontos em visitas, estão disponíveis em permanência na página www.podesaberpatrimonio.com

 

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL