Inauguração da requalificação da escola básica das Abadias

Esta manhã o presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz inaugurou as obras de requalificação da escola básica das Abadias na presença das crianças, corpo docente e demais comunidade escolar. A placa que assinala o acto faz referência ao seu antecessor Carlos Monteiro. O valor da obra ronda 1,1 milhões de euros, comparticipados por Fundos Europeus.
“Quero sublinhar o quão importante é para quem governa, seja uma Câmara, Junta ou Governo de um país, aplicar bem o dinheiro que está disponível. Se há dinheiro bem gasto, é na formação e educação”, disse Pedro Santana Lopes direccionando as próximas palavras às crianças ali presentes: “estamos a trabalhar para que vocês daqui a uns anos se possam inscrever no campus universitário da Figueira da Foz e que não tenham de ir para uma universidade fora da Figueira. E que depois também tenham aqui trabalho, graças ao desenvolvimento da Figueira e ao investimento das empresas aqui. Porque é isso que a Figueira quer, nos pede e vos pede: que cresçam a pensar naquilo que podem dar à Figueira da Foz à medida que cresçam, torná-la maior, pô-la a ganhar na competição com outras cidades”.
O edil deixou ainda palavras ao financiamento desta intervenção: “são os fundos que vêm da União Europeia que ajuda a fazer estas obras que são importantes para o futuro de nós todos. É importante que cresçamos com esta consciência de fazermos parte de um projecto europeu. Somos portugueses e somos europeus”.

“Há um ano diziam-me que daqui a um ano não voltamos para a escola, as obras vão continuar. Enganaram-nos… porque na verdade com a equipa do dr. Pedro Santana Lopes e da dra. Olga Brás as coisas aconteceram e a realidade aconteceu. Passado um ano estamos a abrir o ano lectivo da escola nova”.
Bela Matos - directora do Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz

“Os municípios têm feito ao longo dos anos, desde que começaram a assumir competências, não de agora, da descentralização, mas de há muitos anos atrás assumiram esta responsabilidade das infra-estruturas escolares no sentido de colocar a Educação no centro das suas atenções.
Sem Educação não teremos Nação, sem Educação não teremos território e é nesse sentido que os municípios se têm empenhado sempre com o inestimável apoio dos nossos fundos comunitários. A existência destes fundos permitiu um ganho qualitativo em termos de infra-estruturas escolares e é de louvar e reconhecer esta nossa ligação à União Europeia”.
Cristina Oliveira – delegada regional de Educação do Centro

“É num misto de sentimentos que digo que já fui muito feliz nesta escola (onde fui professora) como espero que vocês sejam todos. Hoje é um motivo de satisfação ver o quanto esta escola evoluiu, o quanto esta escola se adaptou às necessidades do dia-a-dia e quanto foi importante perceber, todos, que era necessário investir na Educação e nesta escola para que todos vocês possam ter hoje um ensino mais qualificado em termos de instalações físicas e pedagógicas”.
Rosa Baptista – presidente da Junta de Freguesia de Buarcos e São Julião

“É um agrado percebermos a importância e a oportunidade dos fundos europeus que são aplicados em obras como esta. É muito importante que a parte física das escolas seja de qualidade, mas também que a comunidade educativa funcione bem e que se dedique aos meninos e meninas que aqui estudam para no futuro termos cidadãos e cidadãs de corpo e alma neste país que todos queremos melhor”.
Isabel Damasceno – presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL