Vale a pena vir à Figueira da Foz apreciar Feijoada de Búzios… e não só!

De 8 a 17 de setembro são 18 os restaurantes que promovem o Festival da Feijoada de Búzios, numa organização da Associação Figueira Com Sabor a Mar.
Este é mais um evento do ciclo de festivais que a Associação promove ao longo do ano com o objectivo de dar a conhecer produtos de qualidade confeccionados de forma criativa, conforme o desafio lançado aos chefs de cada estabelecimento. No entanto, os restaurantes aderentes podem diversificar as entradas, apresentando por exemplo Búzio à Braz, Salada de Búzios, Búzios cozidos, etc.
Promover sabores directamente ligados ao mar e à gastronomia figueirense, muitas vezes acompanhados por produtos endógenos, combater alguma sazonalidade local e dar a conhecer a qualidade do serviço prestado pelo sector da restauração têm sido, desde sempre, os objectivos destes festivais que vão já na 32.ª edição.
Caçarola Dois, Casa dos Papagaios, Casa Marquinhas, Tapas Bar, Bijou, O Pep’s, Grazina – Casa das Enguias, Al Dente, Caçarola 1, Lota Nova, Diálogos, Armazéns, Muralhas Chafarica, Kamone Bar e Petisqueira, Pizzaria Ratolas, A Ver o Mar, Casa Tyrone e Casa Mota são os restaurantes onde o búzio será o centro das atenções e sabores. 14,50 € é o valor, por pessoa, para degustar esta iguaria.

“A gastronomia é partilha, é socialização”

Para Mário Esteves, “este é um dos festivais mais emblemáticos que temos o ano todo” e prova disso é a adesão de 18 restaurantes, o maior número desde que o festival assume os actuais moldes.
“Queremos, desde sempre e acima de tudo, valorizar a gastronomia da Figueira da Foz. Não só em 5 festivais, mas 365 dias por ano”, disse o presidente da Associação confessando que “estamos satisfeitos com o trabalho que todos vamos fazendo”, todos os dias, todos os meses, todos estes anos”.
Mário Esteves abriu um parêntesis para apelar «a quem de direito» no sentido de apoiar a Associação a ter uma sede própria para poder trabalhar de forma mais prática e funcional, sem ter de “andar a bater portas” aos sectores da restauração e hotelaria.
À qualidade do serviço prestado pela restauração local soma-se a excelência dos produtos que sobem às mesas em todos os festivais, com relevo para o arroz carolino do Baixo Mondego, sem esquecendo a doçaria local, caso das Brisas da Figueira e das Areias do Mondego.
“Por tudo isto e muito mais, vale a pena vir à Figueira da Foz e provar a nossa gastronomia”, garante Mário Esteves certo de que “este sector em muito contribui para o desenvolvimento económico local e para a promoção turística de todo o concelho da Figueira da Foz”.
Palavras partilhadas por José Duarte Pereira, presidente da Assembleia Municipal da Figueira da Foz: “a gastronomia é partilha, é socialização, é património cultural, é novas experiências e novos conhecimentos, é o pilar da identidade regional, muito ligada aos nossos valores. A gastronomia é, também, o alavancar da nossa economia”.

“A Figueira da Foz também é a sua restauração”

Coube ao vereador Manuel Domingues abrir o período de intervenções na apresentação público do evento que teve lugar hoje, no restaurante «A Ver o Mar», em Buarcos, com o Atlântico como cenário de fundo.
“Reconheço em Mário Esteves um grande exemplo, o seu esforço, abnegação e luta” pela divulgação e promoção da restauração local, mas também do próprio concelho da Figueira da Foz.
“A Figueira da Foz também é a sua restauração, um produto diferenciador. O município faz o seu trabalho, a Associação faz o seu trabalho, mas é necessário que outros façam também o seu trabalho”, considerou Manuel Domingues. E neste particular, deu conta de algumas intervenções sob a responsabilidade da autarquia que integra, como a construção das duas piscinas de água do mar aquecida em Buarcos, das obras a correr no Núcleo Museológico do Sal ou a aposta da divulgação e promoção do arroz do Baixo Mondego.
Para o vereador, a Associação Figueira Com Sabor a Mar “é uma marca, uma mais valia para a restauração figueirense”.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL