“Venham à Figueira da Foz, vale a pena por todos os motivos – diz Mário Esteves

De 2 a 11 de setembro a Associação Figueira Com Sabor Mar promove mais um festival gastronómico, desta vez dedicado aos sabores da feijoada de búzios.
Caçarola Dois, Caçarola 1, Casa dos Papagaios, Casa Mota, Casa Marquinhas, Dory Negro, Restaurante PEP’s, Bijou, Lota Nova, A Cantarinha e Grazina Casa das Enguias são os restaurantes que aderem a este festival que vai já na sua terceira edição.
“Recuperámos este e outros sabores carismáticos da Figueira da Foz e de toda esta zona piscatória, petiscos que saem das mãos dos pescadores”, disse o presidente da Associação na apresentação do evento que teve lugar hoje no centenário restaurante Bijou.
“Tem sido um êxito absoluto”, considerou Mário Esteves olhando para todos os festivais gastronómicos que a Associação tem vindo a promover ao longo do ano e que irá terminar, em 2022, com o Festival do Bacalhau e seus derivados.
A divulgação e promoção da gastronomia local mas também a qualidade da confecção e apresentação dos produtos que sobem à mesa tem sido a grande aposta da Associação que, com este género de festival, pretende quebrar alguma sazonalidade turística típica da Figueira da Foz.
“Promover a nossa gastronomia e ao mesmo tempo dinamizar a economia local que tem vindo a atravessar uma fase difícil” é um dos objectivos primeiros da associação que junta a restauração local. E neste particular, Mário Esteves recordou o difícil período que o sector passou aquando da crise pandémica e (não só de agora mas de há uns a anos a esta parte) a escassez de recursos humanos e mais recentemente os efeitos provocados pelo conflito bélico da Rússia/Ucrânia que causou o aumento das matérias primas mas também do gás e electricidade.
A fim de colmatar esta falta de mão de obra, Mário Esteves apela à criação de novas sinergias entre o Instituto de Emprego e Formação Profissional, a Escola Profissional da Figueira da Foz e a aposta, a nível interno, de formação aos profissionais da área.
“Esta é uma situação que se arrasta há vários anos e que se tem vindo a agravar e as alternativas são poucas ou nenhumas. Na verdade, ou os empresários (do sector) pagam muito pouco ou o Estado anda a pagar muitíssimo bem”, desabafou Mário Esteves, também ele empresário deste sector.
A terminar, deixou um repto: “venham à Figueira da Foz, vale a pena por todos os motivos. Temos boa restauração, hotelaria, bares, Casino e animação para todos os gostos”.
José Duarte Pereira, presidente da Assembleia Municipal da Figueira da Foz, também usou na palavra no lançamento deste festival para reforçar a ideia de que a restauração/hotelaria e o movimento associativo/colectivo têm muito em comum: “um amor pela gastronomia e culinária, um momento de comunhão, partilha e reflexão”.
Na sua opinião, O «segredo» da receita» está bem guardado e passa, sobretudo, por divulgar e promover a Figueira da Foz, as suas gentes, locais, potencialidades e eventos.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL