Chapéus com flores

Rendo-me à beleza das flores nos chapéus das graciosas senhoras equilibradas nos finos saltos altos a dar a dar passinhos curtinhos. Soam-me a prosas poéticas, soam-me a poesias de filigranas rimas compassadas. Ah! gosto tanto das cores das saias justas delas nelas, vistas da janela donde as sigo de viés com olhares da cabeça aos pés. Miro-me de soslaio no brilho espelhado dos seus olhos galantes quando pelos cantos se reviram. Inibriam-me os suaves perfumes femininos de aromas verdes nas seduções florais realmente quentes. Rendo-me a todas elas, às belas, às não tão belas, mas mesmo assim, sempre muito belas! Igualmente me rendo às lilases, às rosas, às brancas e ainda mais às amarelas. Prendo-me às vaidosas, às alegres, às felizes, às lindas em todas as estações que me dão flores. Se pudesse, ah! se pudesse... faria de todas as saias apertadas naquelas elegantes cores, lindos ramos de amores, equilibrados nos finos saltos altos a dar a dar passinhos curtinhos com os aromas das flores.

Walter Ramalhete.
Figueira da Foz, 12 de Janeiro de 2023.
Este texto foi escrito segundo a ortografia anterior ao actual ( Des) Acordo Ortográfico.
Reservados todos os direitos de autor.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL