Crónicas de tudo e de nada - Visitas guiadas

Não ter possibilidade de viajar não é, actualmente, desculpa para não conhecer, visitar, aprender. A tecnologia oferece-nos os mais variados recursos para podermos “viajar”, cá dentro e lá fora, por mares, montanhas, cidades, visitando museus, bibliotecas, edifícios icónicos, apreciando parques, estâncias balneares, jardins botânicos ou zoológicos, conhecendo a gastronomia dos lugares mais recônditos.
É certo que nas visitas virtuais não temos hipótese de sentir a textura dos materiais, nem o cheiro das florestas, dos jardins, da maresia, nem o paladar das iguarias que nos são apresentadas, mas vemos e ouvimos, o que é uma excelente mais-valia para o nosso cérebro imaginar tudo o resto.
Vem isto a propósito de mais um brilhante programa da RTP “Visita Guiada”, apresentado por Paula Moura Pinheiro, que nos deu a conhecer o Sanatório de Sant’Anna, na Parede (Cascais). Construído entre 1901 e 1904 por iniciativa privada de uma abastada família, ela própria tragicamente martirizada pela tuberculose, o edifício destinou-se desde o início ao acolhimento e tratamento desta doença, também conhecida por “peste branca”, em crianças entre os 4 e os 14 anos, essencialmente de famílias desfavorecidas.
Imponente e elegante, localizado em frente ao mar, o edifício Arte Nova tem arquitectura de excelência e tecnologia vanguardista, lindíssimos azulejos pintados à mão, vidros martelados de diversas cores, vitrais coloridos na capela, enfim, um sem-número de detalhes que nos deslumbram e enriquecem.
Poupo-vos os detalhes, porque esta pequena crónica pretende ser como que um “teaser” para vos desafiar a verem mais este episódio do programa. Um “must see”, para quem se interessa e gosta de conhecer o riquíssimo património cultural do nosso País.
(Foto da net)
AMC
29/01/2023

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL