Crónicas de tudo e de nada: Deixar a política

O FB traz-nos destas coisas.
Esta é uma memória e um escrito de há 10 anos! Exactamente quando decidi que tinha chegado a hora de sair da cena política. Não que eu alguma vez tenha tido grande palco, mas fiz a minha parte...
Se estou arrependida de ter abandonado a política activa? Nem por isso!
O pensamento político continua comigo, a análise dos programas, atitudes e comportamentos não deixou de me interessar, continuo a expressar a minha opinião, mas o ambiente sócio-político mudou tanto, infelizmente para pior, a qualidade de uma boa parte dos intervenientes e das intervenções degradou-se de tal maneira, tanto a nível autárquico como nacional, que cada vez mais recordo e aprecio o pensamento de Sá Carneiro quando dizia (e parafraseio) que é preciso saber estar e sair a tempo.

"Participei ontem, dia 24 de setembro, na derradeira sessão da Assembleia de Freguesia de Buarcos, tal como a freguesia está configurada actualmente. Porque não pretendo fazer desta minha página um fórum de discussão política (sobretudo em plena campanha eleitoral), abstenho-me de publicar o balanço que fizemos da actividade do Executivo, onde recordámos o apoio que demos às iniciativas que considerámos positivas e não deixámos de enumerar o enorme conjunto de medidas prometidas no Manifesto Eleitoral apresentado há 4 anos e que ficou por cumprir.
Mas, porque me parece da mais elementar justiça, deixo os agradecimentos e as saudações:
"Feito o breve balanço não podemos deixar de fazer algumas saudações:
• Ao Executivo pela forma civilizada com que sempre aceitou as nossas críticas e pontos de vista discordantes.
• Às bancadas do Partido Socialista e Movimento Figueira 100% nas pessoas dos seus líderes, pelo respeito manifestado pelos adversários políticos, respeito esse que ficou espelhado na cordialidade e educação com que foram discutidos mesmo os assuntos mais polémicos e em que, conscientemente, votámos de forma diferente.
• À Senhora Presidente da Assembleia de Freguesia que nos representou no exterior sempre com grande dignidade e que dirigiu as sessões da Assembleia com uma disciplina serena e com a isenção que o cargo exige, em relação a todas as bancadas.
• E por último, mas não menos importante, permitam-me que agora em meu nome pessoal agradeça à equipa que me acompanhou nestes quatro anos, sem desistências, sem hesitações, com um espírito aberto, atento e desejoso de, em todos os momentos, defender as ideias que entendíamos ser as melhores para a nossa Freguesia e para a nossa terra.
No próximo dia 29 de Setembro, a população vai de novo ser chamada a votar. Quero aqui e agora reiterar o respeito que sinto por todos os eleitos que, de forma generosa, desprendida e sem pensarem em projectos pessoais, dão o seu tempo, a sua criatividade e a sua energia à causa pública.
Como registo pessoal gostaria de dizer que deixo a política autárquica, ou outra, ao fim de 37 anos, com a sensação de dever cumprido, de ter estado SEMPRE nos lugares onde o partido que represento achou que eu podia ser útil e não nos lugares que me dessem mais visibilidade, mais penacho ou compensação financeira.
Sinto-me orgulhosa por ter podido servir a minha terra e de o ter feito com respeito, coerência, frontalidade e honestidade.
Aos próximos eleitos desejo as maiores felicidades e força para poderem levar as nossas freguesias e o nosso concelho mais longe.
Muito Obrigada!
Alice Mano-Carbonnier
Líder da Bancada do PSD na Assembleia de Freguesia de Buarcos
24/09/2013"

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL