Quanto custa ir ao psicólogo(a)

Quanto custa ir ao psicólogo(a)? Esta é uma questão colocada frequentemente, mas a resposta até pode ser algo simples. Hoje está à distância de um clique, pois pode ser feito on-line; está à distância de uma viagem; se for no privado, está à distância de um preço. Mas o que custa mais, ainda é tomar a decisão. 
Num estudo realizado entre 2008 e 2015, percebeu-se que 28.569 hospitalizações em hospitais públicos de Portugal se deveram a diagnósticos de depressão, com um valor estimado médio de 2600 euros, o que equivalerá a um custo aproximado de 74,4 milhões de euros ao longo dos 8 anos do estudo.
A saúde mental e o conjunto de respostas que hoje estão ao serviço da população são um investimento no bem estar, na decisão, nas relações, no autoconhecimento. É disso que trata a saúde psicológica, levar a que a pessoa se conheça melhor, reflita sobre si mesma; consiga construir melhores percepções e modificar de forma positiva os seus comportamentos. Quando a pessoa estabelece uma melhor relação consigo mesma, estabelece uma melhor relação com os outros e com o meio que a rodeia. É cada vez mais entendida a relação entre bem estar psicológico e sucesso; bem estar psicológico e saúde física; bem estar psicológico e relações sociais, isto para referir apenas algumas. O que torna a ciência psicológica diferente de outras intervenções não apoiadas na ciência é a sua evidência, a certeza que os profissionais de psicologia têm de acompanhar a ciência, seguir um conjunto de regras e normas que visam de forma eficaz tudo fazer para beneficiar o próximo, o cliente. A intervenção do psicólogo deve confundir-se com uma ética da vida, de respeito pelo outro, quando está no desempenho da sua atividade profissional. Esta será uma das razões que levam cada pessoa a preferir um profissional a outro, a empatia ou a relação criada entre o(a) psicólogo(a) e o seu cliente/utente. A máxima de que o(a) psicólogo(a) serve para falar, desabafar, é cada vez mais uma mínima. É uma forma redutora de ver o trabalho de quem tem que ter ao seu dispor um conjunto de técnicas, teorias e metodologias prontas a conduzir outra pessoa num desenvolvimento emocional que lhe traga auto-conhecimento e a melhor regulação emocional possível. O profissional de psicologia mais do que levar os outros a mudar comportamentos ou atitudes através das palavras, deve ajudar a alterar contextos ou criar o ambiente correto para que os contextos se alterem de forma a extrair daí resultados.
Hoje mais do que nunca o bem estar psicológico é um investimento de retorno garantido equivalente ao valor que o bem estar tem para cada um de nós.

(PAULO CUNHA - Psicólogo e Coordenador da Mental School)

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL