Querer por crer apenas que se pode querer

Queria…, crendo que tudo o que queria podia simplesmente querer.
Cria…, pois cria!
Mas, querer porque somente cria nisso crer, não passa de querer por simplesmente querer.
Este é o pecado mortal de muito frustrada e infeliz gente.
É perigosíssimo esse crer que tudo se poder querer, porque apenas se quer.
É nesse crer, por apenas crer que se pode tudo querer que se perde tanta gente que quer, quer, quer porque quer, quer por estar convencida que pode querer tudo aquilo que crê poder querer e, depois, tudo acaba por perder, até aquilo que não queria perder e que não cria poder perder
- Parece uma laracha, não parece? Parece uma lengalenga, parece um trava-línguas, ou até mesmo um desmancha-prazeres?
- Infelizmente não é!
Antes é mal de não querer pensar…, senão apenas como se quer e crê!

* Este texto, foi escrito segundo os termos da ortografia anterior ao recente (des)Acordo Ortográfico.
“Copyright 2016 Walter Ramalhete. Todos os direitos reservados.”

 

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL