Autárquicas: Carolina Maia é mandatária para a Juventude da candidatura de Pedro Machado

A candidatura «Pedro Machado - Figueira do Futuro» à Câmara Municipal da Figueira da Foz apresentou, hoje de manhã, a sua mandatária para a Juventude, Carolina Maia, jovem natural de Buarcos, top model, Miss Figueira da Foz e que, brevemente vai representar Portugal num dos mais destacados concursos internacionais de moda.
A cerimónia de apresentação da mandatária realizou-se na esplanada de um restaurante em Buarcos para “dar ânimo à restauração neste período complicado”.

Na ocasião, Pedro Machado falou igualmente das principais linhas orientadoras da candidatura para uma política municipal de Juventude, considerando que os movimentos jovens “são espaços de sociabilidade e cultura de participação”, que devem estar inseridos na política da juventude.
O candidato a presidente da Câmara anunciou sete ideias-chave para uma política para a juventude na Figueira da Foz. Sete alicerces que têm “o objetivo de fixar e atrair os melhores jovens do país para o município”.
O primeiro alicerce é “criar uma cultura de participação, através de promoção de meios mais imediatos de ouvir os jovens. As políticas de juventude devem ser desenvolvidas com os jovens e não para os jovens. Os jovens têm interesse em ser ouvidos e em dar a sua opinião em todas as circunstâncias. Os municípios e o poder central têm de encontrar formas de falar com eles todos os dias. E o melhor canal para o fazer é o digital”, disse Pedro Machado.
“Criar uma política de emprego jovem” é a segunda ideia. Um «work from Figueira da Foz» que seja capaz de fixar os jovens no concelho e de atrair outros, de várias origens e nacionalidades.
O terceiro tema é “criar um ambiente propício ao empreendedorismo jovem. Um «innovate from Figueira da Foz», que crie condições para atrair empreendedores ao concelho, de forma a criarem aqui emprego”.
A quarta ideia apresentada é “criar uma política de inclusão social envolvente e combinada com o apoio formal ao voluntariado”.
O quinto alicerce é “criar uma agenda de sustentabilidade”. Nas palavras de Pedro Machado, “estes jovens vão viver na Figueira da Foz agora e nos próximos 50 anos”, pelo que “a sustentabilidade da cidade e do concelho tem de ser uma das principais prioridades”.
“Criar os alicerces fiscais e de atratividade do município para a fixação de jovens” é a sexta aposta, que se interliga com todas as anteriores.
A sétima ideia-chave anunciada é “desenvolver a promoção de um estilo de vida saudável, física e mental que resulta da cooperação de todo o sistema, nomeadamente na Educação, no Desporto, na Recreação e Lazer e na Saúde”.

Carolina Maia, mandatária para a Juventude, elencou um conjunto de ideias mais direccionadas aos jovens, como a criação de um campo de férias municipal, mas também nas políticas municipais para a juventude salientando que “faltam políticas de acessibilidade, transportes ou de habitação com rendas acessíveis para os mais novos”, entre outros aspectos.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL