APD Figueira da Foz quer voltar aos treinos mas precisa de ajuda

O andebol em cadeira de rodas está classificado como modalidade de risco médio, podendo começar a treinar a 19 de abril.
O que poderá vir a não acontecer com a equipa «Os Coxos», da Associação Portuguesa de Deficientes Figueira da Foz, isto porque para começar a treinar “todos os atletas e treinadores têm de fazer teste PCR. 10 atletas + 1 treinadora + 2 estagiários =13 *120€ = 1560€, mais do que todo o orçamento que a APD Figueira da Foz tem disponível para uma época completa”, refere a associação figueirense.
Além disso, caso os treinos possam avançar, quando o colectivo iniciar a competição terá de fazer teste antigénio em todos os jogos.
“O desporto e o exercício físico são muito importantes para todas as pessoas, mas são muito mais importantes para pessoas com deficiência, porque têm muito mais dificuldades em fazer exercício em espaços ao ar livre. Muitas pessoas com deficiência perdem capacidades físicas muito mais depressa que as pessoas sem deficiência”, salienta a APD Figueira da Foz.

Querendo aumentar o número de atletas e equipas e ao mesmo tempo disponibilizar mais cadeiras de rodas para os seus atletas e associados, a APD deixa publicamente um apelo:

“Ajude-nos a ajudar!
IBAN PT50003503210010373693097
Confirme a sua transferência por mensagem ou para o nosso e-mail info-figueira@apd.org.pt, para que emitamos o recibo respectivo”.

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL