Noite de São João: “hoje é o tempo de fazermos turismo cá dentro” – Diz autarca Carlos Monteiro

No dia 23 de junho, terça-feira véspera de São João, a partir das 21h30 cabe ao Duo SanPedro fazer a festa na cidade através de animação itinerante, com um espectáculo que vai homenagear o trabalho das colectividades nos últimos anos no âmbito do São João.
Em veículo adaptado para o efeito, o Duo Sanpedro vai percorrer as artérias mais emblemáticas da cidade de modo a reviver a alegria característica desta época: São João do Vale, Praça 8 de Maio, Praça General Freire de Andrade, Bairro Novo, Avenida 25 de abril e Avenida do Brasil, terminando nas Muralhas de Buarcos.
Durante o percurso não vão ser efectuadas paragens, evitando, desta forma, que se criem aglomerações e promover o cumprimento das recomendações da Direcção-Geral da Saúde.

Fogo-de-artifício em seis praias

A animação musical itinerante terminará pelas 24 horas, momento em que acontece o tradicional espectáculo pirotécnico, este ano em seis praias do concelho - Leirosa, Costa de Lavos, Cova Gala, Claridade, Buarcos e Quiaios - sendo este ano lançado com maior altitude face a anos anteriores, para que possa ser apreciado com o devido distanciamento.
A decisão de manter o fogo-de-artifício, ainda que em moldes diferentes, tem recebido diversos entendimentos, uns concordam, outros nem por isso.
“Há situações que não são fáceis de resolver. Houve um tempo em que estivemos confinados e que criou grandes dificuldades a muitas pessoas, fundamentalmente à restauração, hotelaria e até à indústria. E hoje é o tempo de fazermos turismo cá dentro, é esse o apelo feito pelo Governo e é essa também a nossa contribuição e o fogo-de-artifício é lançado nessa perspectiva, com distanciamento em diversos locais, para evitar que as pessoas se juntem”, refere a propósito Carlos Monteiro.
Segundo adianta o presidente da Câmara, “vamos lançar o fogo ao longo de 30 km de costa, desde a Leirosa até Quiaios. O fogo vai ser lançado mais alto, para ser visível em mais sítios. As pessoas podem ver por exemplo dentro dos carros ou ao longo de toda esta marginal, em segurança. O fogo-de-artifício pode provocar ajuntamentos, as praias abertas e os cafés também mas fundamentalmente o que tem de haver é as pessoas cumprirem as regras de civismo e a lei e perceber que o nr. de vinte pessoas não deve ser ultrapassado”.
Adianta o edil que “as forças de segurança vão reforçar o policiamento na noite de S. João como de costume e nós acreditamos que as pessoas vão ter a preocupação de estar em restaurantes, nos bares, em diversos locais cumprindo as normas da Direcção-Geral de Saúde”.

Medalhas e distinções no Dia da Cidade

Dia 24 (quarta-feira), pelas 11 horas, no Centro de Artes e Espectáculos irá decorrer a sessão solene do Dia da Cidade, onde vão ser entregues as distinções honoríficas atribuídas ao longo do ano e destacadas diversas empresas locais:

Medalha de Mérito
• Silva Rocha (ex-comandante da Capitania da Figueira da Foz),
• Sílvia Curado (investigadora)
• Ernesto Morgado (empresário)

Medalha de Altruísmo
• João Moreira (ex-comandante dos Bombeiros Voluntários)
• José Moniz (o jovem que em maio passado perdeu a vida no mar do Algarve ao tentar salvar um homem)

Medalhas da Cidade
• Sport Club de Lavos
• Tennis Club da Figueira da Foz
• Sporting Clube Figueirense

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL