Como só elas podem ser!

Digo às rosas,
sem assim lhes dizer,
que elas são belas,
(sejam brancas, amarelas, negras, vermelhas ou rosas rosas)
como é próprio delas.
Mergulho nos seus aromas rosas todos distintos,
acaricio-as apaixonado com olhares instintos.
Amo todas,
digo-lhes assim sem dizer-lhes...
porque é mais explícito do que dizer dizendo!
Elas dizem para mim,
dizendo sem dizerem que sim,
que elas são belas,
e é próprio delas serem assim.
Dizem-me elas também,
que numa rosa mulher
de qualquer pele,
floresce sempre um maravilhoso botão
de promissora flor de rosa inteira,
como só pode ser numa rosa verdadeira.
Walter Ramalhete.
Figueira da Foz, 27 de Agosto de 2023.
Este texto foi escrito segundo a ortografia anterior ao actual (Des) Acordo Ortográfico.
Reservados todos os direitos de autor.®

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL