Município da Figueira da Foz requalifica rede viária do concelho

A Câmara Municipal da Figueira da Foz está a promover a requalificação da rede viária do concelho com diversas intervenções de beneficiação, com a substituição integral ou parcial dos pavimentos betuminosos acompanhada de melhoramentos ao nível da drenagem e da reposição da sinalização horizontal, com vista à melhoria das condições de segurança de automobilistas e populações.
Actualmente estão em curso intervenções globalmente orçamentadas em cerca de 250.000€ mais IVA em diversas freguesias.
Assim, estão já concluídos os trabalhos de beneficiação dos pavimentos nas Ruas dos Moinhos, Bela Vista e Arroteias em Tavarede, e na Rua de Vale das Rosas e Beco do Ervidinho, em Vila Verde.
A decorrer estão as intervenções na Rua Principal das Martinhas e Rua Dr. José Margato Silva Carvalho, no Bom Sucesso; na Rua 5 de Janeiro, em Moinhos da Gândara, e na Rua da Fonte Velha, em Alhadas. Nesta freguesia iniciar-se-á, brevemente, ainda, a beneficiação da Rua dos Moleiros, estando previsto, para as próximas semanas, o início das intervenções na Rua da Fonte do Casal da Robala e Rua Eduardo Soares Catita, em Tavarede; Rua Mário Augusto, em Buarcos; Rua de Poiares e Rua Albano José Carvalho, na Praia de Quiaios; no Beco do Largo Padre Costa e Silva e na Rua da Praia, em Quiaios; na Rua 5 de Outubro, no Paião; na Estrada de Santiago, no Alqueidão; na Rua José Leço, Rua da Fonte, Rua do Arieiro e Rua de São Tomé, em Ferreira-a-Nova.
“À semelhança do que aconteceu com a intervenção na EN111, e atendendo ao estado heterogéneo do pavimento, a opção do município recaiu sobre uma intervenção diferenciada, com a substituição integral (escarificação) dos troços muito degradados que apresentem deficiências estruturais, a substituição da camada superficial (fresagem) dos troços que apresentam algum desgaste e a manutenção dos troços que estão em boas condições, cumprindo todos os requisitos de construção, segurança, fiabilidade e conforto da condução”, refere a autarquia afirmando ainda que garante “a boa gestão dos recursos públicos sem comprometer as infra-estruturas que servem as suas comunidades, libertando, simultaneamente, recursos para outras intervenções necessárias”. As obras em causa estão a ser realizadas de forma faseada.

Fonte e fotos: CMFF

COMENTÁRIOS

ou registe-se gratuitamente para comentar.
Critérios de publicação
Caracteres restantes: 500

mais

QUEM SOMOS

O «Figueira Na Hora» é um órgão de comunicação social devidamente registado na ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Encontra-se em pleno funcionamento desde abril de 2013, tendo como ponto fulcral da sua actividade as plataformas digitais e redes sociais na Internet.

CONTACTOS

967 249 166 (redacção)

geral@figueiranahora.com

design by ID PORTUGAL